“Orgulho” é a palavra-chave não apenas da maior parada em defesa dos direitos LGBT no mundo, considerado o evento que mais atrai turistas no país (ficando atrás apenas do Carnaval do Rio de Janeiro), mas também do projeto que o Media Lab ESTADÃO colocou de pé em parceria com a Uber e o Twitter, concebido ao lado da Side3 Propaganda.

1/1

Foi um case completo com conteúdo editorial e ações especiais durante a 21ª edição da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, realizada no último dia 18 de junho.

A Uber foi patrocinadora oficial do evento, com direito a um trio elétrico que teve atrações como Pabllo Vittar, Anitta e Naiara Azevedo, e teve a sua maior ação digital desde que iniciou as suas atividades no país. A cobertura ao vivo, via live no Facebook do Estadão, quebrou todos os recordes de audiência no canal até o momento, ultrapassando até mesmo as transmissões de protestos contra a corrupção.

Além disso, um dos vídeos dos gêmeos Juliano e Pedro Labigalini, youtubers do programa Lado A Lado B (atração jovem do canal do Estadão no YouTube) foi gravado dentro de um Uber, a caminho da Parada, integrando a marca ao conteúdo de maneira orgânica e natural.

“Para fortalecer a cobertura editorial desenhada pelo Estadão, tivemos um parceiro fundamental para a ação, que foi o Twitter”, declarou Henrique Guimarães, planejamento da Side3.

A rede social do passarinho, que já estava bombando com o emoji especial em formato de arco-íris, foi plataforma para celebrar a história da Parada.

Sempre que um usuário tuitava a hashtag #parada21, recebia uma foto histórica das outras edições da Parada LGBT, com curadoria da equipe de conteúdo do Estadão. Foram mais de 200 mil posts, com o engajamento nas alturas, deixando a tag na liderança dos Trending Topics Brasil e em 3º lugar no TTs mundial.

#PARADA21 - UBER